Termos e Expressões

Quem trabalha com publicidade, marketing, design ou qualquer área criativa sabe que alguns termos em inglês são muito utilizados na profissão. Se você esta começando a fazer trabalhos para clientes, agências ou até mesmo procurando um emprego na área é melhor você atualizar ou aprender as palavras abaixo. Assim, é possível familiarizar-se com as expressões e dialogar com um profissional experiente da área. Veja os termos e expressões que compõem parte do jargão criativo :

 

A priori (Lat.) Antes de tudo.
Brainstorm (Ingl.) Tempestade cerebral. Método de criação e/ou solução de problemas.
Briefing (Ingl.) Instruções resumidas. Explicações dadas a agências para se definir objetivos desejados, situações.
Broadside(s) (Ingl.) Peça impressa, para explicar a distribuidores/clientes um novo produto e/ou campanha publicitária/promocional que se vai fazer, de modo a motivá-los a comprar e/ou estocar.
Budget (Ingl.) Orçamento, verba.
Case History (Ingl.) História do caso. Relato analítico de uma ação – ou caso – de marketing.
Clipping (Ingl.) Gerúndio do verbo “To clip” – cortar com tesoura. Recortes de artigos e/ou anúncios impressos em jornais e revistas, colados em folhas que contêm o nome do veículo, data, nome do articulista, etc. usada também para copiar, em vídeo, matérias, anúncios de televisão…
Day-after Recall (Ingl.) lembrança do dia seguinte. A lembrança que (especialmente) telespectadores têm de um comercial veiculado.
 Design (Ingl.) Desenho. Filosofia aplicada àquilo que é visível – para se transmitir as mensagens desejadas ou ainda, para se “desenhar” um produto, tornando-o mais atraente e /ou mais útil para o fim a que se destina.
Desktop Publishing (Ingl.) Publicação eletrônica através de sistemas informatizados.
Disaster sheets (Ingl.) Folhas de desastre(s). Sistema através do qual se antecipa situações potenciais de emergências, criando-se rotinas e procedimentos (de como agir nesses casos) e atribuindo-se a diversas pessoas papéis determinados, de modo a se minimizar, sob vários aspectos, os prejuízos materiais e de imagem decorrentes daquela situação.
Display(s) (Ingl.) Exibir. Peças nas quais são colocadas folhetos (sobre balcões) ou através das quais se faz publicidade em pontos-de-venda.
Feedback (Ingl.) Retro-alimentação. Resposta recebida após a emissão de mensagem(ns).
Feeling(s) (Ingl.) Sentimento. Termo usado para se determinar o sentimento que se tem (para aceitar ou rejeitar uma campanha, peça, Plano, etc.), baseado em experiências e/ou intuição.
Fee(s) (Ingl.) Honorário(s).
Free-lance (Ingl.) Profissional que não tem vínculo empregatício e que realiza trabalhos/tarefas mediante honorários/comissões.
House Organ (Ingl.) Orgão da casa. Refere-se a jornal e/ou revista publicados por empresas para informar seus funcionários e outros públicos.
Inside Information (Ingl.) Informação de dentro. Diz-se de alguém que usou inside information para beneficiar a si ou a outros em negócios de uma empresa (ao saber de um novo produto e que é confidencial). É ilegal.
Insight (Ingl.) “Olhar para dentro”. No caso, percepção (sensorial) de algo que outros não enxergaram ou perceberam.
Know-how (Ingl.) “Saber como”. Diz-se de pessoa ou empresa que tem conhecimento e habilidade e, portanto, “sabe fazer” determinado trabalho.
“Laissez-faire, laissez-passer”(Ingl.) “Deixe fazer, deixe passar”. Diz-se em relação à acomodação aos fatos, coisas e atos.
Latu Sensu (Lat.) No (seu) sentido mais amplo
Layout (Ingl.) Plano geral. usado em publicidade para se expor a um cliente a idéia de um comercial impresso. Geralmente é apresentado de forma relativamente bem acabada.
Lettering (Ingl.) Tipo de letra. Tipo (família) de letra(s) usada(s) em uma publicação e/ou que é padrão geral de toda uma empresa.
Mailing List(s) (Ingl.) Lista de remessa de materiais, correspondências, convites, etc.
Marketing (Ingl.) Mercadologia. Conjunto de atividades e, principalmente, filosofia empresarial, que tem por objetivo fornecer ao mercado o que este deseja/necessita, bem como o conjunto de técnicas que se usa para isso, obtendo-se os resultados/objetivos desejados – de diversos tipos.
Marketing oriented (Ingl.) Orientado para o marketing. Pessoa ou grupo sintonizado com os objetivos mercadológicos (de marketing) da empresa, do mercado como um todo ou, ainda, com visão ampla dos mercados nos quais a empresa atua.
Merchandising (Ingl.) Um segmento do marketing cuja definiçào é (ou era): “O produto certo, no local certo, na quantidade certa e ao preço certo”. Ou seja, relativo a correta distribuição do produto – com publicidade de ponto-de-venda.
Mídia (lat.) Originalmente “medium” meio. forma portuguesa da pronúncia inglesa (media) que defini qual (ou quais) veículo(s) será(ão) usado(s) para que uma campanha publicitária/promocional atinja o(s) público(s) desejado(s). Ex.: “A mídia será impressa e eletrônica”.
Newsletters (Ingl.) Carta de notícias. Diz-se de impressos que as empresas emitem (especialmente para públicos externos) para informar sobre diversos assuntos.
90, 120, 150, 180 grs. etc. Gramatura (peso) do papel que será utilizado na impressão de uma peça.
Papel Couchê (ou cuchê) (Fr.) Tipo de papel, brilhante ou fosco. A palavra couchê é francesa e vem da palavra couche (camada). Assim, o papel dito couchê tem uma camada de produto quimíco que dá brilho 9ou acabamento) característico.
Papel Westerprint Papel não-brilhante, opaco.
Portfólio (Lat.) Porta-folhas. Conjunto (físico ou não) de peças/trabalhos realizados.
Press-kit(s) (Ingl.) Conjunto para a imprensa. Conjunto de documentos, folhetos, fotos e outros materiais, reunidos numa pasta própria, para ser entregues a jornalistas.
Press-release (Ingl.) Liberado / emitido para aimprensa. documento que se remete para jornalista com o objetivo de se informar algo.
Recall (Ingl.) Chamar de novo. Lembrança que se tem de um comercial
Rough (Ingl.) Peça grosseiramente elaborada, anterior ao layout, para se dar a idéia de um anúncio.
Share of Market (Ingl.) Fatia, pedaço do mercado.
Share of Mind (ingl.) Fatia, pedaço, da mente do consumidor. Diz-se do espaço (e lembrança) que determinado produto ou marca tem na memória do consumidor (ou segmento de público).
Slogan (Ingl.) Frase criada para criar um conceito ou idéia. Para uso publicitário/promocional.
Stand (Ingl.) Levantar. Estrutura temporária, montada (levantada) para se exibir produtos ou serviços numa feira ou salaão comercial.
Story Board (Ingl.) Prancha de estória. usado para se definir peá na qual, em cartão rígido, são desenhados esboços (ou colocados fotos)  formando o roteiro inicial de um filme (ou vídeo) para ser veiculado em televisão. É o layout do comercial para televisão.
Target (Ingl.) Meta, alvo. Público-alvo de um produto ou serviço. Ex.: target de uma campanha, homens classe “x”, de 25 a 35 anos de idade.

Conceitos tirados do livro: Comunicaçào Empresarial: a imagem como patrimônio da empresa e ferramenta de marketing: tudo que seus gurus não lhe contaram sobre / Roger Cahen. 

Comente